Translate

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Abstrato

Extraio do abstrato
o seu retrato
Colo no fundo do peito
com cola que cola direito.
Essencial é o que me falta.
Seu beijo é essencial
seu beijo é sensacional
seu beijo... o real, não o virtual
Quimeras...
quem dera...
também pudera.
Aguardo o inesperado
vivendo do abstrato
do seu retrato.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Carta noturna

Porto Seguro, 17 de maio de 2012.

Querido,

há tempos não escrevia uma carta! Dessas que postamos no Correio, sabe... com direito a selo e lambida nas bordas do envelope. Não sei se pela distância ou pela ausência (provavelmente uma mistura das duas, né) mas o fato é que me deu uma comichão de escrever. Escrever para você. Certamente não vou colocar no Correio (nem ao menos sei seu endereço) mas vou registrar algumas coisas.
Primeiramente quero que saiba que você me faz muita falta. Sério. Percebo agora a motivação que tenho todas as manhãs de 'talvez' te ver. Isso me energiza. Gostei de constatar isso. E não é relação de dependência, visto que não há espaço para mágoas ou frustrações. Mas um renovar de esperança e de bem querer, um preencher de espaços há muito vazios.
Outra coisa que gostaria de dizer é que hoje entendo melhor Eclesiastes quando diz que "há um tempo para todas as coisas debaixo do sol". Verdade. A palavra 'espera' que antes me trazia ansiedade hoje se traduz em paz e colheita.
E para não alongar demasiadamente estas linhas, concluo dizendo que sonhar é muito bom. Mas acordar e viver o sonho é bem melhor! Agradeço por fazer meus dias mais lindos!

Com carinho,

Elaine

sábado, 5 de maio de 2012

Sublimação

Deve haver um lugar
onde almas se encontram.
Almas que não cabem em corpos;
almas que sublimaram extasiadas.

Por experiências vividas
por momentos que deviam ter sido imortalizados
por beijos que nunca deviam ter terminado.

Deve haver um lugar
onde eu possa buscar minha alma
Pra seguir essa vida que me resta
Em busca do que quero
Continuar esperando
neste corpo que é seu.