Translate

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Pipa

Atada aos céus
busco novos caminhos
subindo
para um lado
pro outro
então desço
mergulho
não é por aqui
subo novamente
como buscando ar
afogada de tanta cor
feliz
depois de tanta dor.


Um tênue fio me prende
controla
me dá direção
preso a sua mão
tão sua
puxa
solta
me enrola
Gosto disso
O canto do vento
no meu pensamento
Vista do horizonte
do alto do monte.
Abraço que falta
quando a lua está alta.
Jardim de tulipa
me vi uma pipa.


 


4 comentários:

  1. Uau!! Já vi me (n)uma pipa várias vezes... Lindo, lindo! De um lirismo ímpar! Obrigada por partilhar e me ler! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Lindo, lindo!
    Déborah

    ResponderExcluir
  3. Você é uma verdadeira artista Elaine, a maneira sua de jogar, brincar com palavras é linda! Curti mais uma vez :) Abraços!
    Ronald

    ResponderExcluir
  4. Linda demais!! Lembra-me, eu em uma praia, soltando pipa toda feliz...Te amo Naninha

    ResponderExcluir

Seu comentário certamente me fará crescer.