Translate

terça-feira, 23 de outubro de 2012

Primeira vez

É a primeira vez que me sinto assim
meio boba, meio feliz
um tanto sentimento
outro tanto monumento.

É a primeira vez que rio a toa
e aprendo que o tempo não voa
quando lembro de seu riso
rio do seu sorriso.

É a primeira vez que quero correr
e também que não quero morrer
pra viver um pouco mais disso
assumir esse compromisso.

É a primeira vez que me entrego tanto
que quero soltar meu pranto
pra regar um pensamento alto
pra rasgar um sonho incauto.

É a primeira vez que não tenho medo.
É a primeira vez que chego cedo.
É a primeira vez que aceito a vida.
É a primeira vez que não sou ferida.

2 comentários:

  1. Oi Elaine,

    No seu perfil aqui do lado estou lendo:

    QUEM SOU EU
    "Ousadia de viver além do que se espera, para que o hoje valha a pena."

    Isso é você Elaine, conheço o seu gosto de viver, seu amor pela liberdade e a arte de curtir o "hoje" ao invés de só viver pelo amanhã. Hoje de manhã eu li as suas palavras e me emocionei com a delicadez com qual você traduziu a música da sua alma para letras inesquecíveis...

    Seu maior fã!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sabe me ler... Obrigada pelas palavras tão carinhosas!!!

      Excluir

Seu comentário certamente me fará crescer.